Para poder visualizar o resto do forum Click Aqui e se ja tiver registrado so logar..

Bem-Vindos


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[concurso] ONSTW #2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1  

savitaravatar
Administrador


Ver perfil do usuário
em Sex Set 01, 2017 6:33 pm
Estamos de volta a mais uma rodada da ONSTW vamos iniciar nossa prox. Rodada, mas antes. Gostaria q vcs se inscrevessem no nosso rpg do fórum(nada obrigatorio)

Bom qnt ao tamer mensal já vou avisando ele vai sair no final deste mês por n termo feito a onstw nem a sotw. E tbm essa semana n teremos sotw.

Já sabem q as regras tem de ser cumpridas. Sabem o modelo q devem postar?
Spoiler:
Titulo:
Notas do autor:
ONS:

Tema: Super Hero.

Recompensa:

3¤ Lugar
2 pts no ranking + 20.000 pokedollars.

2¤ Lugar
3 pts no Ranking + 40.000 pokedollars.

1¤ Lugar
5 pts no ranking + 60.000 pokedollars + Shiny Stone(pedra com poder de transformar digimon em Shiny.)

Lembrando. Se vc n se inscrever no rpg os itens e pokedollars n irão ser creditados. A premiação de itens e pokedollars via sotw e onstw só fica valida por 2 semanas. Se n houver inscrição sua no rpg nesse meio tempo sua recompensa será anulada.

Boa sorte a todos e tenham uma competição linda. E amigavel.

Posts da onstw são feitos aqui.

Reaberta.

Data limite das inscrições: 04 ás 23:59



Última edição por savitar em Seg Set 04, 2017 2:05 am, editado 1 vez(es) (Razão : Reabertura por erro de fuso horário)


_________________
Trainer Card
Spoiler:

2  

savitaravatar
Administrador


Ver perfil do usuário
em Seg Set 04, 2017 2:08 am
Reaberto. Motivo erro meu de acordo com o fuso horário. Rare Candy serão creditados aos 3 ganhadores.

3° Lugar
1 Rare Candy

2° Lugar
2 Rare Candy

1° Lugar
3 Rare Candy.

O tpc está reaberto. A hora limite esta no post principal.

Nova regra adicionada: Não se pode editar o post da ONSTW


_________________
Trainer Card
Spoiler:

3  


Ver perfil do usuário
em Seg Set 04, 2017 10:43 pm
Título: Non plus ultra, nec plus ultra, ultra petita (et data venia)
Notas do autor:
ONS:
Uma parábola; era do que uma vez deveriam ter dito. Não agora que já adiantasse, todavia. Não é pelo que se já fora ou será pelo que chamam, o que inclui tanto o que era quanto o que estava ou estivera, mesmo ao estiver ou estivesse. Como aos outros, rodas que tendem a sugar a cada ponto colocado, no plano sem variáveis fixas, não é de espanto que se haja apenas daquilo que está, não mesmo ao que é, pois daquela lei não de verdade mais ensinam, muito menos há o prestar para que consuma as poucas manifestações ainda exequíveis... Embora as incertezas, o cativo aos considerados.
 Pudesse! Era talvez outrora; não de quem bem aventurou, não só fazeres extraordinários, muito embora tal perspectiva venha a ser um tanto exagerada. Não seria? Não costumes, ainda de um mesmo teima, apesar de um atraso considerável. Não ainda totalmente, mas se acalma: um rio de nuances nunca se dá por de justo, justamente por não ser deste o pressuposto. Não das palavras, talvez também um querer seja notado; ainda se permite, entretanto, que se valeria de um termo sem enunciado, porém com ainda pressuposto, posto a forma operante, e não só de forma sintática; mas bem conforme, a cada passo demonstrado, em cantos de cujos ângulos às vezes obliquam o flux. Só que de extra, não? Bem, é-se para si para ser o mais, enquanto da perspectiva instalar-se, ainda que também, sendo de alto atrativo para extraordinário, consoante haja que mais em “normalidade” se esteja, bem de mesmo sendo que menos afastado abarca, e mais em júri e réu posteriormente, pois, apresentar-se-á; não de dois lados com gumes, ainda de um se faça ao outro, tal outro ao qual, de antes, a si feito, porém de nunca em exatidões.  
    Não é preciso nomeá-los, pois que não? Apenas pelos que ficam, pois tal pôr não se escutaria ao de conjectura, apesar do muito de falares e remoendo.
    Ah! mas as contradições: não é que bem fosses uma antiga presa para sempre, ou um perseguidor e fugitivo eternos; não também de alguma escolha definitiva viesse, não de condições a um transtorno de deveres também, os quais deveriam, em progressão, ajuntarem-se em um suspiro, assim como uns de espécie expectativa romântica tiveram, mesmo de que tais lacunas apenas a mais equívocos.
    Não é referível à segunda geração, todavia; deste, ao depois, visto os conformes deste mundo. Não que vil que logo se faça: não ao imediato, não de se que alarma: mas bem se seria, muito ao de olhares as dores e velhos ossos corroídos e inflamados, em um ser de só reumatismo e fraquezas, as quais já bem foram ponderadas, em de tanto atrás, embora não de mim, o que seria um atrevimento.
    Mas sempre se prossegue? Não tantos notam, acaso tal precisar; uns só por de cada, muito mais quando aos jogos se precise, e talvez bem a mais depois, em que se venha a vergonha ou que se esteja o atrevimento. Bem, é de ambos os lados, com a ressalva de que não apenas de dois há — não muitos mais, as construções de um terceiro e quarto formam liame, ponto exequível dos anúncios enunciados.
     Inda não, tais em elevares? Bem de várias o ato de ao próximo ser pesa, mas não se deve na desculpa do outro tal não agir, e bem de se vale que a si próprio, mas não ao misto, como se poderá depois, dependo de se aceito ou não; as vistas?
    Parece-me de que espaço seja formado, ou de detalhista a situação então fosse levada, para de um contexto a qual modo-vida é-se, e de qual vier interpolado. Mas de jura? Assim se fosse de um período de três e cincos após um terceiro de um longuíssimo período, se bem de longínquo efeito parecido dar-se-ia.  Era de uma à parte, porém já notado?
      Oh, já preâmbulos — uma espera longânima para um quase sem-teto, ou de um de cuja fleuma escorre em não só riacho, mas também em simples poça estática, por mais do movimento não nulo e do infravermelho aos poucos percebido...  
     Mas se vista: era ainda não mais do que meio-dia quando se assinalou o momento: retesado e embalado em seu saco pouco mofado e encostado no canto daquela casinha sem móveis e mais para escondida, os velhos membros remoídos estalavam, cada espaço aberto e fragmentado ajuntando-se temerários. Não mais prestava a qualquer triunfo, a verdade pouca daquilo ao qual negava: — ainda assim, não de tanto já não aguentava, tanto e tanto dormia, nos conformes dalgum vislumbre confabulado, pecinha ao ruído já encharcado...  
     Um estímulo a mais, vindo das paredes rangidas, que se fosse dado: não só junto, não ao menos importado, novos e novas mais em folhas, então para cima que lhe desse, ainda de sem qualquer efeito; uma que se tornasse, outra de mais e prosseguindo, até de novos estalidos, seguidos de um estupefato peito dolorido após o bocejo desinteressado, revirando-se no chão batido, e o desgosto conhecido apoderando-se da sala, antiga ouvidoria para dos casos presentes.
      Bem, quase, já não antes, em brilho, tivessem assim chamando, ou como se a qualquer tempo voltasse ao ofício; já se bastava, e de outros? Não se desse, das idades já se foi, além de muitos ainda fazerem ainda mesmo sem de custo, o que já custaria se aqui; e de tal descanso, que descanso! Um berrar convidativo a sair, já às portas sempre abertas; que de estrapilho e desfacelado não mais vêm; é de tanto aos quereres passados que se forme? É de chucro, que intemperança! Não de exato, não de certo. Ainda assim, continuado; e se mais, e se menos, de discussões prosseguiria, até de forma tarde, na sonoite desembrulhada nesses morros levantados. Meio fina, a cada passagem dos riscos cadentes cortando os ares, até caindo aos outros para alguma configura da praxe subalterna, que se volta cá, na mesmice de dual: só que de não e de nãos, já certeza do só ficar, o outrora exemplo do servir?  
       Se fosse ou não, já da certeza dos ficares ficaria; já se é do justo mundo uma solução saturada, e queres deixá-lo feito mel? É já passado, tal de corpo não somente pesa, de qualquer continuar se rolaria, e olha do peso oposto de mais relacionado não se afirma — desejar-me-ias corrompendo? Tal moeda, mesmo de “herói” não mais sendo, em verdade a um lançar a muito e a já para lá, de forma não poderia obrigar-me, assim como ainda carrego algum resquício dos tempos, ainda que já esteja envolto em chafurdados e a moralidade já tendo sido, nos votos primeiros, alvo de prevaricações, ou um simples grau de “Realidade”, na infelicidade de uma ainda em termos “Reais”.
          Fora, portanto; de mais vilões hão comparecido, de forma que me avenho eu cá, deixando-vos aos outros, os quais mais precisam; — não mais heróico voto fazer posso; porquanto sem vileza e sabores possuo, os quais se obrigam a possuir nestes tempos. Mas se assim fosse, quereriam? Só de cá, em um proferir de dois, ou mesmo dos liames poucos fariam; não só de pouco, feito afazeres de casa, ou de muito, como de cidade ou outra estrutura de grande acumulação de vida para “super”, mesmo que deste em poderes e performance e feitos; ainda mais para si prestaria se pudesse realizar sem se saber com certeza dos fatos, em um meio das probabilidades de sim ou de não? Não só se parece fácil, como de uma escolha esconde-se a armadilha: quem mais se ficaria se de todos, como agora, em tais ideais manipulados entrassem, com a cada casa e outros? Não só de super, que também traz os males: e recíproco, não só adianta só, exatamente como já fica, exatamente ao ver-se nessa inexatidão a qual procuram, resultando ou nos olhos fechados seus ou de outrem ou de ambos, ainda nas de mais, já ao juízo que não, como presume, que se deve haver. Já não fica, pequenos: o pouco ao dado já se fora, muito embora de tal época dos poderes reais, antes destes “especiais”, muito se valia, e mais para vós creio.
     Mas só, não só, ainda contradizendo! Não me seria que pedindo, já nesta velha pessoa sem causa: é de gomos e açúcares! E se partam, em cada afazer do riso; mesmo na inconsequência que se faz, já ao longe, que se nega, e de um brilho das histórias passando — mesmo só dos males a de frestas vis, ao menos de uma geração, enquanto primeiros; depois, do que aos depois talvez...

4  

Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum